Início do Fim

Seis meses sem ti, mas contigo! Foi exatamente neste dia há um ano que tudo começou…

Este texto não se trata de revolta, porque sei que o caso da minha mãe era realmente difícil, mas deixa-me com muito medo de precisar do Sistema Nacional de Saúde…

Primeiro há um ano atrás na segunda ida ao hospital a minha mãe veio para casa com um prognostico grave e desconhecido para a médica que a consultou, à espera de uma consulta e TAC urgente! Que na realidade se iriam realizar no final de julho… Felizmente conseguimos acelerar o processo inicial e por força das dores que levaram a minha mãe ao primeiro internamento antes mesmo desse dia já sabíamos toda a sua situação clínica!

Com a biopsia veio uma esperança, apesar de ser muito raro havia um tratamento inovador para esta mutação genética, mas tinha que se perceber se era compatível… E esta resposta apenas veio no início de dezembro, ou seja, a minha mãe esperou até quase a morte por algo que demorava no máximo dois meses!

Algo que me dá imensa pena de referir é falta de humanismo de certos profissionais, sei que têm muito que fazer, que são pouco reconhecidos e mal pagos! Mas isso não dá direito de descarregarem nos doentes, tenho várias histórias muito tristes que prefiro manter para mim, porque acho que não se deve mexer no lixo… Aqui fica o meu alerta para todos, é preciso ter muita atenção a quem trata dos nossos doentes, nem todos querem ajudar, nem todos sabem dar o amor necessários, nem todos sabem lidar com pessoas!

received_12745753526671144698111331273718951.jpeg

No entanto, o meu agradecimento vai para aqueles que realmente fizeram a diferença, aqueles que cuidaram da minha mãe com amor, que lhe tentaram proporcionar o máximo possível de conforto nos seus últimos 6 meses de vida. Esses valem a pena recordar desde médicos, a enfermeiros e auxiliares que dão uma grande parte de si à sua profissão e aos seus doentes, são aqueles que realmente amam o que fazem e merecem os nossos aplausos, porque mesmo com pouco são muito e fazem mais!

Obrigado aos Bons

Resultado de imagem para coração emoji preto

2 thoughts on “Início do Fim

  1. Certas doenças não podemos dizer ” depois quando houver vaga, fazemos o respectivo exame”. A minha mãe em 6 meses descobriu-se um tumor no utero e foi tratada em Santa Maria, mas um dos exames principais para a cirurgia não havia vaga para fazer…. já tinha a cirurgia marcada e exame – nada. Tive de apelar ao bom senso da funcionária e lá consegui…. felizmente ela está cá hoje, mas o nosso SNS está a rebentar pelas costuras….comprendo a tua revolta e cada vez mais fico revoltada com detreminadas situações, como doentes internados em macas nos corredores entregues e eles próprios…. Deus nos acuda. Bjs grande e muita força.

    Liked by 1 person

    1. Como digo não é revolta, mas é medo por aqueles que precisão e caso venha precisar há muita má gestão! Mas pior que isso são alguns monstros que andam por lá e tornam o que já é mau em pior ainda! Por isso e o meu agradecimento aqueles que continuam a dar amor a profissão que têm e que mesmo não tendo as melhores condições fazem a diferença…

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s