Quem és Tu?

Sabes quem és realmente, ou és apenas uma imagem daquilo que os outros querem que sejas? Pois é nós achamos sempre que sabemos quem somos e o que queremos, mas quando nos comprometemos a ver e refletir quem realmente somos, começa a surgir então verdades que estavam escondidas por debaixo da poeira e de tudo aquilo que fomos colocando para nos protegermos, escondermos e sermos aceites.

A própria sociedade e métodos de aprendizagem, levam-nos acreditar num futuro condicionado, onde tudo tem de ser como é suposto e não podemos mudar de rumo só porque fizemos uma primeira escolha, mas isso é errado, nós podemos escolher mudar também… Nada na vida é estático, tudo é mutável, e o nosso livre arbítrio permite-nos escolher o nosso caminho em cada fase da nossa vida, não iremos ser sempre os mesmos, não iremos gostar sempre do mesmo, não iremos estar sempre na mesma profissão e está tudo bem com isso, pois estamos a evoluir, enquanto consciências e a mudança faz parte desse crescimento, por isso não é errado mudar de rumo, fazer uma pausa, experimentar algo novo ou ser diferente…

Gostava que parasses um pouco na tua vida agitada, nem que seja em 10 minutos do teu dia, e reflitas sobre Ti: como estás, o que sentes, o que tens, o que te falta, o que te bloqueia, o que te faz avançar, estás no caminho certo, o que te faz feliz, o que te deixa triste, o que te apaixona… Faz uma meditação de 5 minutos para sentires como está o teu Corpo, o que ele te pede e o que nele está desequilibrado.

Neste tempo de reflexão e escuta podes usar a escrita, para ires passando para o papel aquilo que sentes, e este ato vai ajudar-te a visualizares melhor a tua evolução, quando já estiveres alinhar-te com a tua essência, podes ir lá atrás e leres o que escreves-te, e vais perceber muitas diferenças e isso é lindo e motivador para continuares no processo de desenvolvimento e crescimento pessoal…

Para nos conhecermos realmente temos de ir fundo dentro de nós próprios, e não é um processo fácil, existe muito lixo acumulado, coisas que escolhemos nem ver para não doer e traumas ou feridas que decidimos tapar a espera que eles desaparecessem. E quando batemos de frente com tudo isto, pode ser desafiador, mas é necessário para que possamos limpar tudo e viver tudo aquilo que decidimos esquecer, mas que na realidade esteve sempre presente e a condicionar-nos.

Por isso mesmo que doa não desistas, porque no fim esse fardo, essa dor, esse trauma, ficará resolvido e visto, para quando ele voltar, tu já saibas dizer “Não, Eu Sou mais forte que tu”, este processo não se trata de uma cura milagrosa, mas sim de através do teu autoconhecimento e responsabilidade poderes tomar as rédeas da tua vida e controlares melhor todo o percurso, mesmo que existam pedras ou percalços, permite-te focares e desfrutares do caminho sem a obsessão da chegada.

Foto de hmarusic no Unsplash

Porque quando Tu te tornas o Protagonista da tua Vida, e te permites escolher e enfrentar tudo através do Teu Poder e Sabedoria Interna, tudo fica mais fluido e simples!

Lê Também: Investe em Ti

Visão de Mundo Quântica

Para quem não sabe eu venho de uma área científica, onde tudo tem uma explicação e já se conhece o padrão das coisas… Mas confesso que eu sempre fui do contra e acho que nem tudo tem uma explicação lógica, por isso sempre me interessei pelo misticismo, a mente humana e a sua força, e quando ouvi falar da Visão de Mundo Quântica que se apoia em dados científicos para provar aquilo que a ciência clássica diz ser impossível, interessei-me imenso pelo tema!

Então decidi estudar mais um pouco sobre ela, para poder explicar um pouco mais aos mais séticos o meu ponto de vista.

A Visão de Mundo Quântica baseia-se na Física Quântica, esta física estuda as partículas de menores dimensões, abaixo da escala atómica, e estas partículas tem um comportamento diferente das estudadas pela física clássica. No entanto, algo bem interessante de se perceber é que estas partículas são a base das partículas de maiores dimensões, por isso pode se dizer que elas são base da matéria como a conhecemos, mas na sua forma mais simples comportam-se de maneira diferente.

E acho que só isto já dá que pensar, afinal a base de tudo tem um comportamento diferente daquilo que nós acreditávamos ser o padrão, e muitas vezes o comportamento é tão diferente que nem sequer se conseguiu definir modelos matemáticos para o descrever, ou seja, é completamente desconhecido.

Foto de Halacious no Unsplash

Visão de Mundo Quântica

Na Visão de Mundo Quântica, acredita-se que a consciência está na base de toda a existência, ou seja, existe uma Consciência Una que nos rege, e que nos criou a partir dela, por isso nós somos expressões dessa mesma Consciência no plano Material, e tudo o que existe no plano material é consciência, mesmo os objetos, pois eles só existem porque nos os vemos e cocriamos na nossa própria consciência!

Nesta Visão de Mundo não existe separação, nós somos todos parte dessa Consciência Una, não estamos separados dela, nem dos outros Somos Todos Um. Existem infinitas possibilidades uma vez que a trajetória dos eletrões não é definida matematicamente, o que nos permite ter livre arbítrio para escolhermos e interferir na nossa realidade, a nossa consciência no aqui e a agora e as escolhas que fazemos leva-nos a uma realidade, mas nós podemos mudá-la se decidirmos mudar.

A Visão de Mundo Quântica permite ainda explicar fenómenos de telepatia ou comunicação sem sinal, porque dois eletrões conectados, mesmo que muito longe um do outro, respondem ao movimento de um deles de forma instantânea, o que sabemos que na comunicação com sinal é impossível, pois existe sempre um atraso na resposta, no entanto sem sinal essa comunicação é possível e instantânea. Para além disso, o salto dos eletrões entre orbitais, mostra-nos ainda o princípio da descontinuidade, os eletrões não precisam de um caminho apenas aparecem noutra orbital ao receberem energia, isto mostra-nos os nossos saltos de consciência, os chamados saltos quânticos, que são momentos de surgimento de ideias, de um maior entendimento, de processos criativos ou até curas espontâneas.

Se gostavas de saber mais e retirar as tuas dúvidas sobre este Tema, segue-me nas minhas redes sociais, por lá partilho vários conteúdos onde falo desta temática e podem sempre deixar as vossas questões.

Lê também: Resgata o teu Poder Pessoal

Investe em Ti

Confesso que sempre fui uma pessoa com alguma dificuldade em gastar dinheiro, claro que é super importante fazermos as nossas poupanças e criarmos os nossos objetivos… Mas na maioria das vezes os nossos objetivos são um carro, um telemóvel ou uma televisão e não há nada de errado com isso, no entanto esquecemo-nos de nós do nosso autoconhecimento, bem-estar e equilíbrio!

Descobri que investir em mim é das melhores coisas da vida, porque conhecermo-nos, expandirmos a nossa consciência e conhecemos todas as potencialidades do mundo e de nós próprios, liberta-nos, faz-nos perceber que somos mais do que aquilo que acreditamos, equilibra-nos e faz-nos evoluir neste propósito maior do Ser.

Investe no teu bem-estar físico, mental e espiritual, somos seres compostos por todas estas vertentes e quando não lhes damos ouvidos e espaço para crescer, vivemos frustrados, incompletos e em constante montanha russa das emoções.

Por isso da próxima vez que traçares os teus objetivos financeiros, lembra-te de Ti, lembra-te de colocar o teu autocuidado, o teu autoconhecimento e o teu equilíbrio emocional.

Foto de Javier Allegue Barros no Unsplash

Investe em Ti

  1. Psicólogo ou Coach – Dependendo de como te sentes podes escolher uma opção ou outra, os psicólogos são mais aconselhados para processos mais profundos de dor e desequilíbrio, enquanto que o coach ajuda-nos na mudança de hábitos e ajuda-nos no nosso desenvolvimento, usando ferramentas que despertam o nosso potencial.
  2. Jornadas de Cura ou Autoconhecimento – Desde jornadas meditativas, de autoconhecimento, amor-próprio, ou seja, jornadas que te ajudam a conheceres-te e a mudares algo em Ti através desse autoconhecimento e consciencialização daquilo que és.
  3. Cursos sobre áreas que gostavas de explorar – Cursos sobre novos temas que te apaixonam, ou para melhorares as tuas aptidões, o teu próprio autoconhecimento e expansão da consciência.
  4. Imersões ou aulas sobre temas que gostavas de conhecer – Aulas sobre aquele tema que ouviste falar e adoravas perceber melhor, ou mesmo uma imersão nesse assunto para poderes perceber melhor e aplicá-lo na tua vida.
  5. Terapias Energéticas – Existem várias procura, elas ajudam-te a equilibrares-te, mas também contribuem para o nosso autoconhecimento.
  6. Livros – Ler livros inspira-nos, dá-nos novos conhecimentos e visões, por isso tirar um tempo do teu dia para leres um livro vai aumentar o teu conhecimento, entendimento e criatividade.
  7. Ver Séries/Filmes ou Ouvir Podcasts – para aumentares os teus conhecimento noutras áreas, aprofundares a tua cultura geral e até expandires a tua consciência.
  8. Exercício físico – Investir no nosso corpo físico também é ótimo para o nosso bem-estar, para além de o fortalecermos, estamos a libertar carga emocional e a receber muitas hormonas que nos vão deixar mais dispostos.
  9. Boa alimentação e suplementação – Uma alimentação equilibrada é investires em ti, porque estás a nutrir-te e a permitir-te equilibrar melhor o teu corpo, a suplementação pode também ser usada, pois apesar de uma alimentação equilibrada ajudar muito, muitos dos nutrientes não estão disponíveis em quantidade suficiente à requerida pelo corpo.
  10. Autocuidado – Cuidares do Ti, desde o teu cabelo, unhas, pele até às massagens corporais para aliviar tensões e eliminares aquilo que ainda ficou.

Lembra-te Tu És UM com o teu corpo, mente e espírito, cuida de todos eles e Investe em Ti!

Lê também: O Feminino e o Masculino

Eu Vejo-te

Vinte e um meses sem Ti, mas contigo…

Para quem possa ser novo por aqui, estes textos são dedicados à minha Mãe! Foi uma forma da homenagear e me libertar da dor da sua partida e doença (Pedaços de Ti).

O tempo voa, o tempo não para e já partiste a tanto tempo, mas para mim estamos juntas todos os dias. Passamos a ter uma forma muito própria de estar, de sermos almas escolhidas para este processo evolutivo, eu pude ver-te como nunca te tinha visto, durante estes meses! E tu podes-te me mostrar quem eu realmente sou…

Eu escolhi-te para minha mãe, tu escolhes-te dar-me tudo o que podias e ainda passar-me todo esse amor que irei levar para a minha vida, para a eternidade do meu Ser.

Eu hoje digo-te EU VEJO-TE, eu sei por tudo aquilo que passas-te e tudo aquilo que te propuseste passar por nós, podemos as duas juntas, ressignificar a tua historia e trazer-te a paz, de que tudo aconteceu por um motivo e nada foi errado, apenas foram as circunstâncias da vida, tudo teve um propósito maior.

Mesmo aquilo para o qual eu ainda preciso de entendimento, mas sei que tu já superaste e já entendeste os teus últimos meses de vida… Mas eu percebi que preciso de ver em mim as marcas que ficaram, a dor não foi da perda, mas sim a do sofrimento, talvez fiquem surpresos de vos dizer que apesar da tristeza, ficai feliz no dia em a minha Mãe partiu, pois o seu sofrimento terminou naquele dia glorioso em que os Anjos a receberam no céu!

Sei que esse é o meu próximo passo, entender e integrar essa parte da história, sinto que aos poucos estou a perdoar essa situação, a deixar que ela seja apenas uma aprendizagem profunda!

No entanto, o foco de hoje não sou eu, mas sim ELA.

Mãe estou aqui para te dizer “Eu Vejo-te” em todos os corações que me envias, em todas as situações de amor aleatórias que aparecem na minha vida, em mim própria tantas vezes nas minhas próprias palavras, atos e imagens, mas hoje somos diferentes, hoje sabemos que somos Super Mulheres, mulheres que sabem quem são, mulheres que sabem o seu valor e que o amor tem V de volta.

Sei que não foi tudo em vão, sei que tudo isto veio de Ti, da nossa história do nosso Amor e Fé, sei que estás a minha esquerda a proteger o meu lado feminino, sei que estás em cada passo que dou e que do meu lado proteges o meu caminho.

Eu Vejo-te

Amo-te Mãe

Autoperdão

Bem este texto vem com atraso e será bem curto, e sabem porque? Porque decidi perdoar-me, ser humana e perceber o meu limite…

Confesso têm sido dias desafiantes, sem razão aparente cai numa espiral de ansiedade, pois é também me acontece, não sou de ferro. Não somos máquinas, mas vivemos tantas vezes como tal, decidi parar e avaliar, estava a sobrecarregar-me e isso estava tirar-me do meu centro…

Decidi escolher fazer umas coisas e não outras, e isto foi ainda mais difícil, mas hoje estou aqui para dizer que me perdoo, pois percebi que me estava perder nas minhas próprias palavras e por vezes é mesmo necessário falhar uns dias e avaliar aquilo que realmente estamos a fazer.

A vida é um equilíbrio entre dar e receber, e ser e fazer, e eu pergunto-te: Estas só a dar ou só a receber? Estás só a fazer ou só ser?

Para e pensa, qual é o teu caminho e escolhe sem pesos no peito. Tu não és uma máquina e quem não percebe isso não deve fazer parte da tua vida!

Foto de Karsten Winegeart no Unsplash

Eu hoje estou aqui para te dizer que me perdoo e que irei falhar sempre que sentir que o meu corpo me pede para parar, e está tudo bem ás vezes precisamos mesmo de uns instantes para SER e não estarmos sempre no FAZER.

Por isso perdoa-te, não sejas tão exigente contigo, escolhe aquilo que podes e não podes fazer e permite-te ter o teu tempo para Ti, para Seres e te Conheceres, porque mais ninguém o fará por Ti.

Foca-te no Bem, e o Resto Vêm

Sabias que nosso cérebro têm maioritariamente circuitos negativos, por isso é bem mais fácil ver tudo pela má perspetiva… Cabe a nós mudarmos o nosso cérebro e começarmos a formar cada vez mais circuitos positivos!

Quantos de nós não caem na tentação da reclamação, reclamar é sempre mais fácil do que encarar o problema, e contra mim falo, este é um processo difícil de reverter, ainda dou por mim a cair nesse erro muitas vezes, mas é possível mudar e criar uma nova perspetiva aos poucos, e começar a lutar contra estes circuitos negativos que levam sempre a nossa mente para o mal!

Como ressignificar a nossa perspetiva daquilo que nos acontece:

  1. Quando deres por Ti a entrar na espiral de negatividade, leva a tua atenção ao que o teu Ego te diz. Por exemplo: “Só comigo”, “Corre-me tudo mal hoje”, “Já sabia que não ia correr bem”, “Não sei fazer nada”…
  2. Depois de perceberes as mensagens do Ego é hora de perceberes os porquês para ressignificares aquela situação. Por exemplo: “Porque é que isto está a acontecer comigo?”, “O que eu preciso de ver através desta situação?”, “O que preciso de mudar em mim para melhorar?”, “O que preciso de mudar no meu plano de ação para que isto corra melhor?”…
  3. Quando respondes aos porquês, começas a perceber com mais clareza, o que essas situações que vês como menos boas na tua vida te querem mostrar sobre ti e sobre aquilo que tens que mudar e podes começar a ressignificar as tuas experiências, vivências e a Ti Próprio.

Essas situações tem o propósito de nos ensinar algo sobre nós, sobre o nosso propósito evolutivo como Seres de Luz, temos que passar por certas provações e experiências para realmente conseguirmos ver quem somos e o que precisamos de mudar em nós para sermos melhores Seres de Luz…

Por isso desafio-te a olhares para cada reclamação, situação ou experiência com um olhar amoroso, de descoberta da verdade que está por de trás! E além disso, sentires gratidão por cada passo no caminho, pois todos os passos são valiosos e dão-nos tanto para crescer se soubermos agradecer e contemplar a sua beleza!

Foto de MARK ADRIANE no Unsplash

Foca-te no Bem, e o Resto Vêm

Se tens pelo menos uma destas eventos da lista na tua Vida, já podes agradecer e trabalhar os teus circuitos positivos!

  • Tenho um teto
  • Tenho pelo menos 3 refeições por dia
  • Tenho saúde
  • Tenho um emprego
  • Tenho uma família que me apoia e cuida de mim
  • Tenho possibilidade de contemplar a natureza
  • Tenho possibilidade de me exercitar
  • Posso ver o nascer ou por-do-sol
  • Posso sentir o vento e ouvir a sua voz
  • Prático o meu autocuidado
  • Estou rodeada de pessoas que me amam
  • Gosto de cuidar dos outros e não me esqueço de mim
  • Vivo a minha verdade
  • Dou-me tempo para Ser
  • Dou-me tempo para Fazer
  • Sei que nem tudo é perfeito, mas eu posso lutar e mudar tudo na energia do Amor
  • Amo o que faço

A tua Perspetiva pode Mudar a tua Vida!

Lê também: 5 Práticas de Relaxamento

Resgata o teu Poder Pessoal

Hoje gostava de te falar do Poder Pessoal, este não é um ato egoísta, egocêntrico ou de superioridade é apenas um ato de verdade e amor por Ti Próprio!

Por muitos anos escondi o meu brilho, falei baixinho, fui aquilo que os outros queriam que eu fosse, deixei que a minha verdade e sabedoria interna ficassem escondidas… Isto começou a provocar-me dores enormes do meu lado esquerdo da barriga, problemas gástricos diziam os médicos, hoje sei que essas dores são pela repressão que estava a exercer sobre o meu poder pessoal feminino, não me permitia explorar a sombra, a espiritualidade e a intuição…

Desde que percebi isso essas dores quase que desapareceram e quando aparecem são muito mais subtis e suportáveis, sei que ainda tenho arestas a limar, partes a curar e muito que me firmar… Mas hoje permito-me viver o meu Poder Pessoal, a minha verdade e o meu sentir!

O teu Poder Pessoal reside no Chakra do Plexo Solar, um pouco a cima do teu umbigo, este é o teu Sol Central é caracterizado pelo Fogo, para além do Poder Pessoal este chakra é responsável ainda pela gestão de emoções e por isso mesmo muitas vezes não nos basta atingir esse poder para o equilibrar, pois ele pode ser influencia pelas nossas emoções e pelas dos outros…

No entanto ao desenvolveres o teu Poder Pessoal, ficará mais fácil de gerires as tuas emoções e também de controlares a absorção das energias externas, e é por isto que é tão importante resgatar o nosso Poder Pessoal, pois é a partir daqui que Tu sabes quem és, do que és capaz e consegues também respeitar melhor os outros, porque Poder não significa exercer influencia, mas sim guiar o outro a até ao seu próprio empoderamento.

O Poder Pessoal vem de dentro, por isso não importa as tuas formas, a tua religião, os teus estudos, a tua raça, pois ele é algo que é teu, é o puro sentir do Ser, é saberes quem és e dizeres com toda a confiança “EU SOU”.

Resgata o teu Poder Pessoal

Algumas formas de te conectares e resgatares o teu Poder Pessoal:

  • Meditações e ativações do plexo solar, de forma a poderes perceber os bloqueios, vozes sabotadoras e crenças limitadoras que tens guardadas em Ti.
  • Começa a definir-te, escreve quem és no momento presente, tudo aquilo que sintas que Tu És e podes perceber aquilo que te limita e implementar mudanças.
  • Trabalhar a tua autoestima, amor-próprio e confiança, pois estes são pontos importantes para saberes confiar em Ti e no teu Poder.
  • Aprende a escolher e a ouvir a tua verdade, toma decisões por Ti e com responsabilidade.
  • Enfrenta os desafios da vida de cabeça erguida, deixando de lado a vitimização, tudo tem um propósito maior, tudo aquilo que nos acontece serve para nos guiar e fazer aprender algo novo.
  • Tem força de vontade para levar os teus sonhos, desejos e verdade para a frente, o teu Poder está dentro de Ti e tu podes escolher usá-lo.

Algo muito importante que gostava de te chamar atenção, não adianta trabalhares o teu plexo solar, se ainda não trabalhas-te os chakras inferiores a ele, ou seja, o resgate do teu Poder Pessoal só acontece na sua plenitude, quando já trabalhas-te as tuas raízes, a tua segurança e enraizamento, assim como as tuas águas, emoções e criatividade.

Este é um processo de avanços e recuos, a cura e equilíbrio é um processo para vida, hoje pensamos que está tudo curado e amanhã percebemos que temos que recuar e curar algo que ficou esquecido algures, por isso não é imediato, mas sim constante!

EU SOU

Lê Também: Tu és Divino

Honra a Tua Ancestralidade

Há algum tempo que sentia no meu coração em fazer um protejo mais profundo para a Cura Interna de cada um de nós, e a ideia de trabalhar com a Ancestralidade, veio de eu própria ter feito este processo e ter descoberto tanto sobre mim através dos meus Ancestrais, e também porque para regressarmos a nossa verdadeira casa, a alma, temos que começar pelas fundações, pelas raízes que nos deram origem…

Muitas coisas que temos em nós são apenas repetições de situações não resolvidas pelos nossos ancestrais, que nos são passados através do nosso DNA e que se não curamos, ressignificamos ou fechamos irão permanecer nas matrizes kármicas da nossa família!

Por isso é tão importante o trabalho com os Ancestrais, para percebermos os nossos próprios bloqueios através deles, quais as histórias deles que são parecidas com as nossas e que as doenças são repetidas… Mas quando nós tomamos consciência desses bloqueios, é mais fácil de desprender as correntes e curar-nos no Amor e sabedoria Divina!

Podes saber mais sobre este tema no vídeo Honra a tua Ancestralidade é um pequeno resume de tudo isto, e nesta Jornada iremos aprofundar e ressignificar a nossa Ancestralidade.

Através de Ti curas os teus Ancestrais e às Gerações Vindouras

Honra a Tua Ancestralidade

Será uma jornada de 10 dias de 7 a 17 de Setembro de 2020, completamente On-line:

  • Iremos ter uma fase de iniciação com um vídeo sobre o tema e uma meditação mais simples, para começarmos a sentir os nossos Ancestrais e conectarmo-nos melhor com eles.
  • Seguidamente teremos duas meditações mais profundas uma de consciencialização dos bloqueios, dores, repetições… E a outra da Cura, da quebra das correntes kármicas e ressignificação da experiência dos nossos Ancestrais e da nossa.
  • E por fim teremos a meditação da celebração, onde honraremos os nossos Ancestrais e nós próprios.
  • Será ainda feito um ritual muito simples para possibilitar a integração do mesmo na nossa vida.

Por isso teremos então: 1 Vídeo, 4 Meditações e 1 Ritual, no entanto isto é um processo muito intuitivo e qualquer coisas a mais que sinta ser importante de vos transmitir irei fazê-lo, assim como caso existam dúvidas especificas irei estar sempre disponível para as retirar e vos ajudar melhor no processo.

Se quiserem entrar neste projeto, peço-vos que me enviem mensagem privada através das minhas redes sociais ou e-mail, para podermos falar melhor e dar-te mais informações.

Se realmente queres mergulhar comigo neste assunto, peço-te compromisso e fé.

O compromisso é para fazeres todos os dias este processo comigo, durante os 10 dias da nossa Jornada estares presente, as meditações terão no máximo 20 minutos, por isso irei tomar apenas 30 a 45 minutos do teu dia, isto dependerá do tempo que tu necessitas para integrar e sentir aquilo acontece na meditação!

A fé é sobretudo em Ti e no processo, tens que acreditar e querer realmente sentir, integrar e mudar todos esses padrões kármicos, e Tu podes fazê-lo porque és um Ser Divino, repleto de sabedoria, eu sou apenas uma guia nesse caminho de descoberta, no entanto o caminho é sempre feito por Ti.

Vamos voltar a Casa, vamos construí-la pelas fundações, vamos conhecer-nos melhor e Honrar aqueles que nos deram Vida!

Eu estarei aqui para te Guiar e te levar pela mão, mas tu tens todas as capacidades em Ti para fazer o Caminho e curar as Feridas!

Com Amor

5 Dicas para Lidares com a Ansiedade

A ansiedade sempre foi algo que desde cedo desenvolvi, no entanto fui sempre conseguindo controlá-la de alguma forma, nem que fosse atirar para trás das costas ou evitá-la…

Com o tempo percebi que esse atirar para trás das costas e evitar a situação só estavam a piorar tudo, chegai a desenvolver ataques de pânico e fases mais complicadas em termos psicológicos! Se tu sofres de ansiedade é muito importante perceberes o motivo dela, se é só aquele frio na barriga que podes controlar e combater, ou se realmente é algo mais sério que deve ser visto e trabalhado por um especialista.

A ansiedade pode manifestar-se por nervosismo, medo, apreensão e preocupação, é por isso uma manifestação do Ego, para nos proteger dos perigos, mas o problema é quando quase tudo é considerado um perigo e de repente tudo nos acelera, perturba e nos deixa perdidos…

Um dos maiores motivos pelos quais a ansiedade afeta a grande maioria das pessoas, é porque nós Seres Humanos acreditamos que podemos controlar tudo e esse controlo faz-nos estar sempre em estado de alerta e quando algo não corre exatamente como o projetado é o suficiente para acreditarmos que está tudo contra nós!

Por isso deixo-te 5 dicas para lidares com a ansiedade de forma simples, no entanto quando o teu problema é mais profundo deves sempre procurar ajuda.

Foto de youssef naddam no Unsplash

5 Dicas para Lidares com a Ansiedade

  1. Identifica de onde vêm a tua ansiedade: É algo pontual numa situação especifica? Causa-te medo e bloqueia a tua vida? Será que podes substituir essas crenças e pensamentos?
  2. Tu não controlas tudo, começa a perceber que só podes controlar o que tu próprio fazes e a maneira como vês o mundo, o que os outros fazem diz respeito a eles tu podes tentar ajudar a que eles sejam melhores, mas eles têm a sua própria Ser e o livre arbítrio para escolher por eles.
  3. Controla a tua mente, isto sim tu podes controlar, vigia os teus pensamentos, sentimentos e crenças, são eles que muitas vezes estão enraizados em nós e são os responsáveis por aquilo que vemos e pela maneira como reagimos.
  4. Respira, muitas vezes quando me sinto mais ansiosa faço várias inspirações e expirações lentas, também podes introduzir na tua rotina uma prática meditativa para te acalmar e conseguires ter um melhor controlo da tua mente.
  5. Sê tu Próprio, muitas vezes deixamos que os medos, angustias, ideais e crenças dos outros sejam as nossas, para sermos aceites e melhor compreendidos, no entanto isto leva-nos a um afastamento da nossa verdade, o que nos faz sentir perdidos e cada vez mais ansiosos por não nos conhecermos a nós próprios.

Aprende que nem tudo pode ser controlado, apenas podes controlar aquilo que fazes com aquilo que tens!

Sugestões sobre este tema:

Exercício e o Respeito pelo teu Corpo

Hoje trago-te um tema diferente, mas que para mim faz todo o sentido numa vida mais consciente, o cuidado da mente só é completo quando tratamos do nosso corpo, que é a nossa Casa neste plano!

O nosso equilíbrio depende muito do cuidado destas duas vertentes em nós, e confesso que só mais recentemente percebi isso, sempre fui a miúda que odiava educação física, era a última em praticamente tudo… Isto fez com que desde cedo, desistisse um pouco deste cuidado! O mais próximo de um desporto que chegai a praticar foi a natação, mas com escola e falta de tempo acabai por desistir também. Então quando entrei para a faculdade tive muito tempo sem praticar nada, ainda tentava aqui e ali qualquer coisa, mas acabava por desistir novamente.

No entanto, o meu despertar mostrou-me que precisava de me cuidar de uma forma geral, foi aí que comecei a encarar o exercício de outra forma, não sou uma “atleta” estou bem longe disso foi muito tempo sem fazer nada, por isso é normal que demore tempo, este é um processo de respeito e de conhecimento do nosso próprio corpo, das suas limitações, da sua capacidade e da sua evolução.

O exercício físico é muito mais que correr, saltar ou nadar, ele pede-nos um respeito por nós próprios, pois nem sempre estamos prontos, existem dias que temos que descansar e respeitar o estado da nosso Corpo… Por isso não treino todos os dias, por isso não treino sempre com a mesma intensidade, por isso respeito quando o meu corpo me pede descanso!

Hoje sei distinguir a preguiça, de um corpo cansado. Hoje o meu corpo sente a necessidade de se mexer e preciso mesmo de uns momentos para me exercitar, nem que seja uma caminhada, 20 ou 30 minutos de exercício cardiovascular ou muscular!

Exercício e o Respeito pelo teu Corpo

Se tu, tal como eu tinha, tens muitas dificuldades em fazer exercício vou deixar-te algumas dicas:

  • Se estás a começar vai aos poucos, quando decides começar logo com tudo é muito provável que te desmotives, pelas dores e cansaço extremo, por isso começa por treinos curtos e caminhadas, para começares a habituar o teu corpo aos poucos.
  • Para quem está a começar também é importante arranjares alguém que treine contigo, seja um pequeno grupo ou até só uma pessoa, isto vai fazer com que te comprometas verdadeiramente e acaba por ser mais divertido, com o tempo ganhas o habito e acabas por começar a treinar sozinho também e arranjar a tua própria motivação, mas no início é sempre importante ter alguém que nos apoie ou esteja a querer o mesmo que nós.
  • Começa a entender o teu ciclo, esta é para as mulheres, durante o nosso ciclo menstrual temos dias em que estamos mais frágeis e cansadas, e esses são os dias que devemos descansar, geralmente são os dias da menstruação e um ou dois dias antes dela chegar, podes descansar ou optar por pequenas caminhadas.
  • Conhece o teu corpo, percebe se são dores musculares provocadas pelo exercício ou algo mais que deves descansar para não provocar uma lesão, é preferível parares uns dias do que seres forçado a parar por muito mais tempo.
  • Vais começar a perceber uma evolução na tua forma física e podes desafiar-te mais, contudo cuidado para não caíres no erro de perderes o respeito pelo teu corpo e acabares por desistir por estares a realizar demasiado esforço.
  • Treinar em casa: tens vários vídeos no Youtube gratuitos, mas caso queiras algo mais já existem subscrições de aulas online, quanto ao material basta um tapete, umas garrafas e/ou garrafões de água e tens os teus próprios pesos, depois os teus degraus podem ser o teu step, ou então podes usar uma cadeira ou aqueles escadotes com dois degraus mais estáveis.
  • Motiva-te com músicas bem mexidas que te façam querer mexer o corpo, podes até fazer treinos de dança livre ou zumba para te divertires, enquanto te mexes.
  • Define um horário e os dias em que vais fazer exercício, para que nada te estrague o plano, no entanto já me aconteceu por algum motivo não conseguir naquele dia e naquela hora, seja por algum imprevisto ou por não me sentir bem, então tento sempre aceitar a situação e adiar para o dia seguinte ou para outra hora.
  • Foca-te no teu bem-estar e não no teu peso ou aspeto, é óbvio que serão beneficiados, no entanto leva tempo, não é imediato, e a nossa cede e pressa de resultados leva-nos a desistir… Por isso começa a focar-te no meu bem-estar, no facto de não teres tantas dores, de te mexer mais facilmente, de te sentir com mais energia e saúde.

O mais importante é respeitares o teu Corpo e criares o hábito, depois disso acredita fazer exercício começa a ser necessário para equilibrares melhor as tuas energias, a tua mente e teu corpo!

Pode ser simples, leve e com Amor e Respeito por ti Próprio

Lê também: Casa