Tu és Divino

O divino está dentro, dentro de ti e dentro de todos nós…

A divindade está em cada um nós, mas muitas vezes todas as tuas máscaras não te permitem vivê-la! Fala-se muito de espiritualidade e ela nada mais é do que vivermos o nosso divino, não há macumbas, não há vestes especificas, um Deus específico ou uma forma de vida mais correta…

Ser divino é ser real, é viver na verdade da tua própria essência e brilhares sem ofuscares os outros! Não é oculto está em ti, e em todos nós, a espiritualidade é autoconhecimento, verdade, gratidão e aceitação.

Acho que muitas vezes confundimos conceitos, criamos caixas e tentamos colocar cada um na sua, mas na realidade ser espiritual não tem roupa, género, raça, religião, crenças, ou um publico específico. Não é apenas a igreja que define a tua espiritualidade, tu também és um ser divino que deve ser lido, escutado e sentido, não é as vestes brancas ou negras que definem a tua energia boa ou má, não é a tua forma de viver ou de alimentação que definem o quão sabes a mais que os outros!

Primeiro que tudo para chegares a tua divindade é preciso fazeres um caminho por ti próprio, dentro de ti para ti, o caminho pode ser longo e difícil, mas não existe uma receita sem ser o amor e a compaixão. Dentro de ti tens toda a dor, a tua e a dos outros, uma dor que vai ser difícil de reviver mas que vais ter que aceitar, porque a dor pode ser transformada em dom!

O dom da aprendizagem, do crescimento e da luz. Podes pedir que alguém te guie, mas o caminho tem que ser feito apenas por ti. Reviver e aceitar tudo aquilo que não és, todas as máscaras que colocaste, toda a dor que não te permitiste sentir para realmente poderes chegar a quem és de verdade!

Tu és Divino

Encontra as respostas no teu interior e aprende a aceitar, a agradecer, a amar e a não oprimir! Podes ouvir os outros, mas não te deves mover segundo eles, mas sim segundo o que o teu coração te diz… Sabendo sempre que somos todos diferentes, e a nossas fases e experiências podem ser distintas, no entanto estamos todos unidos e fazemos todos parte do mesmo universo, por isso todos podemos ser o que realmente queremos.

Ser divino é seres Real!

Lê também: E-book Reconectar

E-book Reconectar

Reconectar é o ato de nos voltarmos a ligar a algo, e eu tenho sentido a necessidade de me ligar a mim mesma. Parece estranho, mas a verdade é que andamos muito desligados daquilo que somos, vivemos a vida em piloto automático, e foi isso que me propus a mudar.

Ser mais consciente do que faço, de como me sinto, de como lido comigo própria e com os outros, decidi seguir as minhas paixões e encontrar o meu propósito neste mundo. Mas esse processo não é fácil e acredito que é para vida, por isso com base no que resultou comigo, decidi criar um guia de como desacelerar e reconectarmo-nos com o nosso verdadeiro Eu.

E assim nasceu o meu E-book Reconectar!

O e-book Reconectar é completamente gratuito, e aborda os 5 passos para nos encontrarmos e vivermos de acordo com o nosso alinhamento. Esta transformação é necessária para sermos mais felizes e vivermos na nossa verdadeira pele.

Se sentes o chamamento de voltares a tua verdadeira casa, convido-te a ler este e-book, é curtinho e com exercícios práticos numa abordagem muito realista de quem só está a começar.

Feito com muito Amor, espero que te ajude e partilha comigo a tua história, assim como a tua opinião sobre o e-book Reconectar!

Vamos voltar a Casa Juntos?

Parar

Eramos nós a geração sem tempo, cheios de projetos e objetivos impossíveis de cumprir por falta de tempo! Agora chegou o Corona parou-nos e não queremos estar parados, muitos esquecemos aqueles projetos, aqueles sonhos que tínhamos deixado na gaveta.

As redes sociais estão cheias de iniciativas, muitas delas boas, mas temos que saber escolher e filtrar, não podemos querer tudo. Esta situação pede-nos para parar, observar e corrigir, se enchemos a nossa cabeça com os milhares de coisas, com que estamos a ser bombardeados ultimamente, não estaremos a aproveitar este tempo com sabedoria.

Contra mim falo, que ao início também queria estar em todas, mas agora decidi parar e ver o que realmente me interessa, e ter o meu tempo de reflexão e autoconhecimento, sem estar a pensar no direto que quero ver ou nas aulas grátis que quero assistir.

Devemos aproveitar este tempo para nos cultivarmos de nós e também de novas aprendizagens, mas tem que existir um equilíbrio, devemos analisar o que realmente nos importa o que está dento do nosso alinhamento!

Parar e estar dentro de casa não é estar preso, é estar vivo, é estar presente e é estar seguro. Permitam-se descobrir a vossa casa, a de quatro paredes e a que carrega a vossa alma! Tirem momentos do vosso dia para estar presentes, alertas e ligados ao que realmente importa.

Eu gosto de ouvir as notícias, mas não repetidamente, isso pode tirar-nos do nosso equilíbrio. O que gosto de fazer por vezes é parar e pensar no porque de tudo isto, no porque de existirem corpos tão diferentes uns dos outros e responderem de maneiras tão distintas, no porque de tantos estarem a morrer.

Existem resposta científicas, mas existe uma resposta chamada de destino, teria que ser assim para humanidade evoluir, teriam que haver almas a mostrar-nos a importância desta evolução. Nós humanidade estamos todos ligados desta vez, e a lutar e evoluir no mesmo sentido, algo que talvez nunca tenha acontecido antes!

Desafio-vos a parar, a seguirem apenas o que está ligado a vossa essência, pode ser difícil, mas eu própria estou a tentar seguir esse mesmo desafio. Vamos estar presentes no mais importante para nós e para os que nos rodeiam, tenhamos o nosso tempo de auto-descoberta e de descoberta de uma humanidade em profunda necessidade de mudança.

Parar é necessário para prosseguir, evoluir e no final estarmos todos juntos e mais sábios, daquela sabedoria que não vem apenas em livros!


Lê também: Coronavírus

Em Arrumações

Hoje senti necessidade de escrever… Setembro foi tão difícil e até ontem não conseguia perceber o porque! Ás vezes temos que parar meia hora para perceber o que realmente se passa, para perceber o que está errado… Mas nem sempre há tempo, nem sempre damos prioridade a cuidar da nossa mente…

Sempre fui focada e concentrada naquilo que quero, mas algum tempo que sinto que perdi essa capacidade e não entendia porque… Tive um 2018 difícil, foi como se vivesse um pesadelo acordada e 2019 começou com uma nova realidade, novos sentimentos e muito trabalho pela frente…

Durante estes quase 2 anos desarrumei o sótão, a tentar encontrar as forças, as explicações, as razões e a maneira de lidar com tudo… Remexi todas as caixas e gavetas, fui ao seu fundo a procura de respostas, e deixei a mente completamente desorganizada e “suja”, muitos sentimentos debaixo do tapete, muita tralha espalhada…

Perdi o meu foco porque o focai em mais do que devia, focai-o em toda a desorganização da minha mente, não tive tempo e coragem para a arrumar! Mas ontem percebi que aquela meia hora foi essencial, e ajudou-me a começar as arrumações, sei que não vai ser fácil, mas ter esse tempo em cada dia para apenas nos ouvirmos e entendermos, sem reprimir o que vamos encontrar pelo caminho, irá facilitar tudo…

Em Outubro vou assumir esta tarefa de arrumar o sótão, de deixar a mente em paz, de me permitir ter nem que seja meia hora para reflectir e arrumar aquilo que deixei espalhado durante estes quase dois longos anos!

d0a90c940ad94c7bbe4c42fbdfc4e6fe3744506907651071640.jpg

Permite-te arrumar cada sentimento, memória ou experiência no seu devido lugar!

Permite-te limpar a mente do que escondes!

Permite-te manter a tua Própria Luz no caminho certo!

A Lei do Retorno

A Lei do Retorno ou o chamado Karma sei que existe pessoas muito séticas em relação a este assunto, mas eu acredito que existe algo que nos dá aquilo que semeamos!

Muitos de nós sem sabermos ou mesmo sabendo e fazendo isso de consciência temos pensamentos e atos que vão implicar outras ações e reações nos outros ou até mesmo naquilo que nos rodeia, nem sempre somos boas pessoas e nem sempre somos más, mas é importante perceber que quando algo não corre como nós queremos a culpa pode ser nossa e não dos outros!

Muita gente queixa-se de inveja por parte dos outros, e se pararmos para pensar um pouco: “Já sentimos isso por alguém?”, “Já mesmo que involuntariamente cobiçamos o que era dos outros?”; de certeza que já somos Humanos e a nossa cede de bem-estar e sucesso muitas vezes leva-nos a isso, mas nem sempre isso e mau se for encarado desta forma: “Esta pessoa chegou ali porque fez algo e mereceu-o, então eu também vou me esforçar e chegar lá!”.

A inveja não é aquele bicho mau que nós pintamos, ela até pode ser saudável quando é usada para chegamos mais longe com o nosso próprio esforço! E para todos aqueles que acham que estão cheias de inveja compreendam que quanto mais pensam nisso mais atraem essas más energias, por vezes já nem vêm dos outros, pode sim vir da energia e negatividade da própria pessoa. É preciso entender que ela é algo normal da sociedade e a vida não gira em torno do que os outros pensam ou querem de nós.

iStock_000078206591_Small-840x565

Portanto não devemos dar tanta importância à maldade, porque se semearmos amor, paz e boas energia poderemos colhe-los e isso irá destruir todo o mal que possa existir, não e preciso grandes receitas, amuletos ou rituais para o conseguir apenas precisamos de um coração aberto ao bem e saber agradecer cada dádiva boa ou má da vida como uma nova aprendizagem!

Encontra-te

Na correria da vida por vezes acabamos por nos perder, e hoje venho-vos falar um pouco de mim e como me tenho sentido perdida, desmotivada e deprimida.

Quando tudo se começa a acumular no nosso peito e cresce de tal maneira que acaba por tomar conta do nosso pensamento, eu sou uma sortuda tenho pessoas maravilhosas ao meu lado e estudo algo que eu adoro, parecia a combinação perfeita para ser feliz, mas nem sempre isso basta, ás vezes focamos-nos demasiado e esquecemos-nos de viver.

E apesar de parecer a pessoa mais equilibrada e de bem com a vida, tem sido tempos difíceis, senti a minha cabeça a fraquejar tanto nos estudos como psicologicamente, estava a tornar-me uma pessoa triste e sem rumo, por mais que eu soubesse o meu caminho estava a perder-me.

Até que decidi parar e pensar o que se passava comigo, pois não me identificava com este meu novo eu, sem forças e sem vontade, percebi então que estava a sobrecarregar-me demasiado e a esquecer de viver os pequenos momentos e detalhes da vida, porque a minha cabeça simplesmente estava noutro sitio.

Então para aliviar todo o stress e colocar a cabeça no lugar decidi mudar um pouco mais o meu estilo de vida, há cerca de um ano mudei a minha forma de comer, que também não tem sido a melhor nesta fase mais difícil, por tanto quero voltar a essa alimentação saudável novamente e também à atividade física regular.

yoga_singapore

Mas a minha nova mudança é a pratica Yoga experimentei e senti um efeito imediata, uma leveza física e psicológica, a minha mente está a encontrar-se de novo com o seu verdadeiro eu, já para não falar na melhoria da minha concentração e capacidade cognitiva, por isso recomendo totalmente esta prática tenho feito todas as manhãs ao acordar, a partir de aulas disponíveis no Youtube que é ideal para quem esta começar, tal como eu!

E se tal como eu querem encontrar-se e relaxar um pouco do stress diário, criei uma lista de reprodução no meu canal chamada “Yoga”, onde tenho as aulas que usualmente faço são aulas curtas o que acaba por ajudar quando temos pouco tempo disponível!

Versão 2.0.18

Conhecem o conceito de MELHORIA CONTÍNUA?

É verdade é sempre bom ser melhor, é sempre bom buscar o melhor em nós, mesmo que achemos que já estamos muito bem, há sempre algo a melhorar!!

A Melhoria Continua é isso mesmo, é arranjar sempre forma de melhorar, e isto é aplicado a muitos níveis, mas pode ser aplicado em nós e à nossa vida em geral. Para implementar isto nas nossas vidas é importante pararmos e vermos o que está mal, ou o que está bem, mas pode ficar ainda melhor!

É preciso muita reflexão e um conhecimento sólido de nós próprios, das nossas fragilidades e pontos fortes, dos nossos erros e de como melhora-los, das estratégias de mudança, dos planos A, B e C, de como tornar maus hábitos em algo melhor!

woman-570883_960_720-945x629

Nada melhor que esta época, para refletir sobre este assunto e tornarmos a nossa versão ainda melhor neste novo ano que se avizinha, mas não é uma tarefa fácil por isso venho dar-vos umas dicas para como o conseguir!

Primeiro e mais importante que tudo é ter objetivos a cumprir, depois é analisar tudo o que temos que mudar e fazer para que estes sejam bem-sucedidos, e ver onde podemos falhar, criando nesses pontos uma estratégia para conseguir ultrapassar o problema de modo a que se diminua o estrago que possa ser causado, depois é importante ter sempre um plano ou mais que um, que se possa seguir para chegar a bom porto, e nunca se deve perder o foco daquilo que nos fez melhorar.

Para poder facilitar isto, é muito importante escrever tudo, de uma forma organizada e de fácil compreensão, para permitir ter sempre presente todo o processo de mudança e possíveis falhas e zonas a melhorar.

Isto é possível de aplicar em diferentes perspetivas da nossa vida, tanto a nível do nosso estilo de vida, como a nível da nossa personalidade ou até aplicado a desejos ou ambições pessoais.