25 Coisas que a Vida me Ensinou

Para comemorar as minhas 25 primaveras convosco, hoje trago-vos um bocadinho daquilo que tenho aprendido na minha curta, mas intensa jornada! Digo intensa porque todas as vidas são intensas, por mais simples ou difíceis são sempre intensas…

Cada uma das coisas que a vida me ensinou, teve o seu tempo, a sua experiência e a seu significado próprio. Muitas vezes os significados só são revelados aos nossos olhos muitos anos depois, depende muito do nosso estado de alerta ou de latência no momento e circunstância da vida, assim como a nossa própria maturidade para entendermos o mundo a nossa volta.

A vida ainda tem muito para me ensinar e estou aberto a isso, mas hoje deixo aqui um pequeno resume das coisas que a vida me ensinou ao longo destes 25 anos, não estão por ordem cronológica, nem de importância! Porque cada uma delas é importante e intemporal mesmo que muitas vezes possam ser mutável, e dependem muito da nossa maneira de ver a vida naquele dado momento…

🌼🌼🌼

25 Coisas que a Vida me Ensinou

  1. Cada dia é uma vitória, cada dia é uma bênção.
  2. Apenas devemos gastar a nossa energia naquilo que controlamos e que depende de nós, devemos saber que a vida e o mundo são imprevisíveis e só controlamos os nossos próprios atos.
  3. A vida tem sempre forma de te mostrar qual é o teu verdadeiro caminho, se seguires o teu coração.
  4. A responsabilidade dos teus atos é apenas tua, e capacidade de mudares algo na tua vida também só depende de ti.
  5. Respeitares-te, amares-te e cuidares-te é o primeiro passo para abrires a tua mente e seres tu próprio, eliminado assim aquilo que te limita de crescer.
  6. Aceitar o caminho que a vida nos dá, é a melhor forma para vermos tudo de uma maneira diferente.
  7. Busca as respostas em ti, cultiva o silêncio e colhe as respostas da alma.
  8. Quem te maltrata deve ser perdoado, mas nunca deves deixar essa pessoa voltar a entrar na tua vida da mesma forma.
  9. A maior “vingança” que podes dar a alguém é ser feliz.
  10. O sucesso é viveres aquilo que te apaixona.
  11. Cada momento, cada passagem, cada pessoa que encontras ao longo da tua vida são os veículos para tua evolução.
  12. A vida é muito mais que o posto que ocupas, que aquilo que estudaste, que as notas que tiras e que o salário que ganhas.
  13. Cada um têm o seu propósito, não existem maus nem bons, ninguém é perfeito e fomos feitos para evoluir em conjunto.
  14. As pessoas que mais amas vão partir da terra, mas estão a guiar-te do céu, basta acalmares essa alma e ouvir os seus sussurros, as suas mensagens e o seu AMOR.
  15. Esta vida é a nossa oportunidade de evoluir, de crescermos e sermos aquilo a que nos propusemos.
  16. Saber amar começa em nós próprios, amar alguém na sua plenitude começa com amares-te primeiro.
  17. Nada na vida é garantido, mas podes criar a tua própria realidade e lutares por ela.
  18. Dentro de ti, existe um ser divino que apenas precisas de aceitar e ouvir.
  19. Agradecer cada jornada boa ou má e guardar cada experiência, é florescer e subir mais um degrau.
  20. Viver é ouvir, ouve-te primeiro a ti e depois aos outros, algumas opiniões apenas servem para te inferiorizar e limitar, temos que saber filtrar e guiarmo-nos pelas que realmente interessam.
  21. As tuas fraquezas e medos não passam de crenças limitadores que a tua realidade te impôs, muda de perspetiva e vais poder ver que tudo é possível.
  22. É preciso coragem para viver, e essa coragem todos a temos desde o momento que aceitamos este corpo que nos carrega.
  23. Nunca se está longe daqueles que mais amamos, eles estarão sempre em nós.
  24. A vida nunca te dá um castigo, mas sim uma oportunidade de aprenderes e evoluíres.
  25. A vida é AMOR, permite-te guiar por ele, dá-lo, recebe-lo e sobretudo vive-lo em ti e nos outros.

Ainda existem muitos mais ensinamentos uns por viver outros por conhecer, gostava que partilhasses comigo alguns dos mais importantes que a vida te ensinou e se alguma está nesta lista.


Parar

Eramos nós a geração sem tempo, cheios de projetos e objetivos impossíveis de cumprir por falta de tempo! Agora chegou o Corona parou-nos e não queremos estar parados, muitos esquecemos aqueles projetos, aqueles sonhos que tínhamos deixado na gaveta.

As redes sociais estão cheias de iniciativas, muitas delas boas, mas temos que saber escolher e filtrar, não podemos querer tudo. Esta situação pede-nos para parar, observar e corrigir, se enchemos a nossa cabeça com os milhares de coisas, com que estamos a ser bombardeados ultimamente, não estaremos a aproveitar este tempo com sabedoria.

Contra mim falo, que ao início também queria estar em todas, mas agora decidi parar e ver o que realmente me interessa, e ter o meu tempo de reflexão e autoconhecimento, sem estar a pensar no direto que quero ver ou nas aulas grátis que quero assistir.

Devemos aproveitar este tempo para nos cultivarmos de nós e também de novas aprendizagens, mas tem que existir um equilíbrio, devemos analisar o que realmente nos importa o que está dento do nosso alinhamento!

Parar e estar dentro de casa não é estar preso, é estar vivo, é estar presente e é estar seguro. Permitam-se descobrir a vossa casa, a de quatro paredes e a que carrega a vossa alma! Tirem momentos do vosso dia para estar presentes, alertas e ligados ao que realmente importa.

Eu gosto de ouvir as notícias, mas não repetidamente, isso pode tirar-nos do nosso equilíbrio. O que gosto de fazer por vezes é parar e pensar no porque de tudo isto, no porque de existirem corpos tão diferentes uns dos outros e responderem de maneiras tão distintas, no porque de tantos estarem a morrer.

Existem resposta científicas, mas existe uma resposta chamada de destino, teria que ser assim para humanidade evoluir, teriam que haver almas a mostrar-nos a importância desta evolução. Nós humanidade estamos todos ligados desta vez, e a lutar e evoluir no mesmo sentido, algo que talvez nunca tenha acontecido antes!

Desafio-vos a parar, a seguirem apenas o que está ligado a vossa essência, pode ser difícil, mas eu própria estou a tentar seguir esse mesmo desafio. Vamos estar presentes no mais importante para nós e para os que nos rodeiam, tenhamos o nosso tempo de auto-descoberta e de descoberta de uma humanidade em profunda necessidade de mudança.

Parar é necessário para prosseguir, evoluir e no final estarmos todos juntos e mais sábios, daquela sabedoria que não vem apenas em livros!


Lê também: Coronavírus