Investe em Ti

Confesso que sempre fui uma pessoa com alguma dificuldade em gastar dinheiro, claro que é super importante fazermos as nossas poupanças e criarmos os nossos objetivos… Mas na maioria das vezes os nossos objetivos são um carro, um telemóvel ou uma televisão e não há nada de errado com isso, no entanto esquecemo-nos de nós do nosso autoconhecimento, bem-estar e equilíbrio!

Descobri que investir em mim é das melhores coisas da vida, porque conhecermo-nos, expandirmos a nossa consciência e conhecemos todas as potencialidades do mundo e de nós próprios, liberta-nos, faz-nos perceber que somos mais do que aquilo que acreditamos, equilibra-nos e faz-nos evoluir neste propósito maior do Ser.

Investe no teu bem-estar físico, mental e espiritual, somos seres compostos por todas estas vertentes e quando não lhes damos ouvidos e espaço para crescer, vivemos frustrados, incompletos e em constante montanha russa das emoções.

Por isso da próxima vez que traçares os teus objetivos financeiros, lembra-te de Ti, lembra-te de colocar o teu autocuidado, o teu autoconhecimento e o teu equilíbrio emocional.

Foto de Javier Allegue Barros no Unsplash

Investe em Ti

  1. Psicólogo ou Coach – Dependendo de como te sentes podes escolher uma opção ou outra, os psicólogos são mais aconselhados para processos mais profundos de dor e desequilíbrio, enquanto que o coach ajuda-nos na mudança de hábitos e ajuda-nos no nosso desenvolvimento, usando ferramentas que despertam o nosso potencial.
  2. Jornadas de Cura ou Autoconhecimento – Desde jornadas meditativas, de autoconhecimento, amor-próprio, ou seja, jornadas que te ajudam a conheceres-te e a mudares algo em Ti através desse autoconhecimento e consciencialização daquilo que és.
  3. Cursos sobre áreas que gostavas de explorar – Cursos sobre novos temas que te apaixonam, ou para melhorares as tuas aptidões, o teu próprio autoconhecimento e expansão da consciência.
  4. Imersões ou aulas sobre temas que gostavas de conhecer – Aulas sobre aquele tema que ouviste falar e adoravas perceber melhor, ou mesmo uma imersão nesse assunto para poderes perceber melhor e aplicá-lo na tua vida.
  5. Terapias Energéticas – Existem várias procura, elas ajudam-te a equilibrares-te, mas também contribuem para o nosso autoconhecimento.
  6. Livros – Ler livros inspira-nos, dá-nos novos conhecimentos e visões, por isso tirar um tempo do teu dia para leres um livro vai aumentar o teu conhecimento, entendimento e criatividade.
  7. Ver Séries/Filmes ou Ouvir Podcasts – para aumentares os teus conhecimento noutras áreas, aprofundares a tua cultura geral e até expandires a tua consciência.
  8. Exercício físico – Investir no nosso corpo físico também é ótimo para o nosso bem-estar, para além de o fortalecermos, estamos a libertar carga emocional e a receber muitas hormonas que nos vão deixar mais dispostos.
  9. Boa alimentação e suplementação – Uma alimentação equilibrada é investires em ti, porque estás a nutrir-te e a permitir-te equilibrar melhor o teu corpo, a suplementação pode também ser usada, pois apesar de uma alimentação equilibrada ajudar muito, muitos dos nutrientes não estão disponíveis em quantidade suficiente à requerida pelo corpo.
  10. Autocuidado – Cuidares do Ti, desde o teu cabelo, unhas, pele até às massagens corporais para aliviar tensões e eliminares aquilo que ainda ficou.

Lembra-te Tu És UM com o teu corpo, mente e espírito, cuida de todos eles e Investe em Ti!

Lê também: O Feminino e o Masculino

5 Dicas para Lidares com a Ansiedade

A ansiedade sempre foi algo que desde cedo desenvolvi, no entanto fui sempre conseguindo controlá-la de alguma forma, nem que fosse atirar para trás das costas ou evitá-la…

Com o tempo percebi que esse atirar para trás das costas e evitar a situação só estavam a piorar tudo, chegai a desenvolver ataques de pânico e fases mais complicadas em termos psicológicos! Se tu sofres de ansiedade é muito importante perceberes o motivo dela, se é só aquele frio na barriga que podes controlar e combater, ou se realmente é algo mais sério que deve ser visto e trabalhado por um especialista.

A ansiedade pode manifestar-se por nervosismo, medo, apreensão e preocupação, é por isso uma manifestação do Ego, para nos proteger dos perigos, mas o problema é quando quase tudo é considerado um perigo e de repente tudo nos acelera, perturba e nos deixa perdidos…

Um dos maiores motivos pelos quais a ansiedade afeta a grande maioria das pessoas, é porque nós Seres Humanos acreditamos que podemos controlar tudo e esse controlo faz-nos estar sempre em estado de alerta e quando algo não corre exatamente como o projetado é o suficiente para acreditarmos que está tudo contra nós!

Por isso deixo-te 5 dicas para lidares com a ansiedade de forma simples, no entanto quando o teu problema é mais profundo deves sempre procurar ajuda.

Foto de youssef naddam no Unsplash

5 Dicas para Lidares com a Ansiedade

  1. Identifica de onde vêm a tua ansiedade: É algo pontual numa situação especifica? Causa-te medo e bloqueia a tua vida? Será que podes substituir essas crenças e pensamentos?
  2. Tu não controlas tudo, começa a perceber que só podes controlar o que tu próprio fazes e a maneira como vês o mundo, o que os outros fazem diz respeito a eles tu podes tentar ajudar a que eles sejam melhores, mas eles têm a sua própria Ser e o livre arbítrio para escolher por eles.
  3. Controla a tua mente, isto sim tu podes controlar, vigia os teus pensamentos, sentimentos e crenças, são eles que muitas vezes estão enraizados em nós e são os responsáveis por aquilo que vemos e pela maneira como reagimos.
  4. Respira, muitas vezes quando me sinto mais ansiosa faço várias inspirações e expirações lentas, também podes introduzir na tua rotina uma prática meditativa para te acalmar e conseguires ter um melhor controlo da tua mente.
  5. Sê tu Próprio, muitas vezes deixamos que os medos, angustias, ideais e crenças dos outros sejam as nossas, para sermos aceites e melhor compreendidos, no entanto isto leva-nos a um afastamento da nossa verdade, o que nos faz sentir perdidos e cada vez mais ansiosos por não nos conhecermos a nós próprios.

Aprende que nem tudo pode ser controlado, apenas podes controlar aquilo que fazes com aquilo que tens!

Sugestões sobre este tema: