Fome Emocional

A fome emocional é um problema muito comum nas nossas vidas de correria e de stress, expressa-se na vontade de comer só para aliviar o nosso estado emocional, seja de tristeza, ansiedade, raiva ou até por vezes de felicidade!

Nem sempre é fácil identificá-la, mas ela é diferente de um desejo isolado… Porque na maioria das vezes comemos e comemos e ela não passa, apenas nos faz sentir mais frustrados e com vontade de comer ainda mais para compensar esse estado…

Mas existem maneiras fáceis da identificar e combater:

  • Perceber aquilo que a provoca, isso implica escutarmo-nos e conhecermo-nos um pouco melhor para perceber o que nos perturba, o que nos leva comer sem pensar, o que não está bem para termos esta necessidade de nos refugirmos na comida.
  • Ter ideia dos alimentos que mais queremos e consumimos nestes episódios de fome emocional, e arranjar um substituto mais saudável para ir enganando o cérebro.
  • Algo muito importante é não ter em casa esse tipo de alimentos, ou então deixá-los bem longe da nossa vista.
  • Evitar dietas restritivas, pois isto só vai piorar a sensação de stress e ansiedade, deve-se dar prioridade aos alimentos naturais como substitutos dos maus hábitos.
  • Praticar exercício físico, ter momentos para relaxar e fazer o que mais gostamos.

Para quem não sabe ao praticarmos exercício físico regularmente, produzimos as chamadas hormonas da felicidade que nos deixam mais leves emocionalmente, com um melhor humor e com menos probabilidade de nos entregarmos à comida, porque já deitamos cá para fora todos os problemas! O mesmo se pode dizer dos alimentos reais, estes têm muitos nutrientes e vitaminas que ajudam na produção das mesmas e no bem-estar no nosso corpo.

Alimentos